A pandemia da Covid-19 não afetou todos os setores da mesma forma e a indústria metalomecânica está a arrancar a várias velocidades, mas dá sinais de recuperação.

De acordo com dados da Associação dos Industriais Metalúrgicos, Metalomecânicos e Afins de Portugal (AIMMAP), só 2,6% das empresas aderiram ao apoio do Governo à retoma progressiva, mecanismo desenhado como “sucedâneo” do lay-off simplificado.

“No setor da metalomecânica e da metalúrgica, estamos a assistir a uma retoma e a percentagem de empresas a recorrer ao mecanismo de apoio à retoma progressiva é muito baixa”, confirma Rafael Campos Pereira, vice-presidente da AIMMAP, em declarações ao jornal ECO.

Mais informação no link: https://bit.ly/34DKeSS.